Saúde se mobiliza para a campanha nacional de vacinação contra a gripe

23 ABR 2018
Vigilância Epidemiológica afirma que meta é vacinar 26.370 pessoas

Neste ano, a imunização é voltada a todos os públicos. Considerando o ano anterior e o quantitativo de vacinas, o Setor Municipal de Vigilância Epidemiológica optou por vacinar todos os grupos prioritários logo no início da campanha. De acordo com o Departamento de Saúde, a meta é atender 26.370 pessoas, número que corresponde a 90% da população.

DIA D
Além das ações de prevenção durante a semana, no sábado, 12 de maio, está programa o Dia D, ocasião em que todas as unidades de saúde de São João estarão abertas das 7h às 17h. Nesta data, cada unidade contará com um motorista para que pessoas acamadas e residentes em asilos possam ser vacinadas.

“A Campanha Nacional de vacinação contra a Influenza é uma estratégia para reduzir o impacto da gripe em todo o Brasil. Além dos sintomas clássicos, como febre alta, dor de garganta, dor no corpo e secreção nasal, ela pode causar complicações graves como pneumonia e insuficiência respiratória, podendo levar a óbito”, explica a coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Ludimila Barros Zan.

GRUPOS DE RISCO
Dados do Ministério da Saúde apontam que a meta de 2018 é vacinar, ao menos, 90% de cada um dos grupos prioritários – trabalhadores de saúde, povos indígenas, crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (4 anos 11 meses e 29 dias), gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas (que tiveram filhos há 45 dias), pessoas com idades de 60 anos ou mais.

Ludimila reforça que a vacina oferece proteção por aproximadamente um ano. “De um ano para outro, os subtipos de vírus contidos na vacina mudam, por isso, a importância de se vacinar todo o ano”, disse.

Fonte:
Copyright ©2015 | Viver Bem - Home Care